Apartamento compacto: Modernidade e Economia

17/05/2019 Mercado Imobiliário/Economia

Capa do artigo: Apartamento compacto: Modernidade e Economia

Você sabia que o brasileiro está optando cada vez mais por morar sozinho? De acordo com estudo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de pessoas que moram sozinhas no Brasil dobrou nos últimos dez anos.


E enganam-se aqueles que pensam que essa é uma opção apenas para os jovens. A pesquisa indica que além da busca por liberdade e independência financeira, comum entre universitários e novos empreendedores, o número de aposentados e pessoas com mais de 50 anos que moram sozinhas subiu de 57,3% para 63,7% em 2015.


Essa tendência reflete diretamente no novo estilo de vida destes brasileiros. Afinal, um apartamento ou uma casa enorme para quem mora sozinho, pode promover sensação de vazio, solidão e ainda impacta em gastos mais elevados com manutenção e limpeza. Por esse motivo, os imóveis com dimensões entre 30m² e 60m², têm sido os ambientes mais recomendados para esses perfis, que abrangem desde universitários, a jovens profissionais, divorciados, investidores, aposentados e casais sem filhos.


E a inclinação sobre morar sozinho não se restringe ao Brasil, dados apontam que é uma questão a nível mundial, principalmente entre os países mais desenvolvidos. Pensando nesta predisposição dos consumidores, a Rezende Imóveis, listou 5 vantagens para aderir à este novo estilo de vida:


1. Organização e Limpeza



Um espaço menor possui ambiente otimizado. Atualmente, os imóveis já saem da planta com diversas adaptações e facilidades para quem não dispõe de muito espaço. Os ambientes são construídos de maneira que possam ficar mais funcionais. Um apartamento de três cômodos por exemplo, é capaz de suprir a necessidade deste público consumidor. Desta forma, a organização fica muito mais prática e rápida, afinal, são menos objetos. E uma vez que, são menos itens e cômodos para serem colocados em ordem, resulta em menos esforço na faxina! Boa notícia, não é mesmo?


2. Conforto e aconchego


Um apartamento pequeno também é sinônimo de conforto e aconchego, devido a intimidade que ele proporciona. Seja sozinho assistindo suas séries e filmes favoritos, em momentos românticos e de prazer a dois ou na hora de receber os amigos, um ambiente compacto é tudo de bom. Com uma dimensão menor, o contato entre amigos ou visitas também fica muito mais harmonioso, afinal, o espaço reduzido estimula a integração entre as pessoas.



3. Economia



O preço de um apartamento pequeno também é menor comparado ao valor de um imóvel maior na mesma área da sua cidade. Se perto do seu trabalho possui um apartamento de três quartos, um no mesmo padrão, será muito mais barato e funcional. Proporcionando uma moradia compacta, mas do tamanho exato das suas necessidades. Vale destacar que a redução no tamanho do imóvel também pode ajudar a cortar despesas e economizar nas contas de água e energia. Um imóvel que possui menos cômodos é mais dinâmico, sendo capaz de nos fazer repensar e alterar o nosso estilo de vida e consumo.


4. Decoração intimista e moderna



Com o menor número de itens decorativos, os gastos serão menores. Neste caso, a dica é pensar em cada peça de decoração como um destaque. E isso é feito de maneira simples, mas capaz de conferir luxo ao ambiente. Desta maneira, optar por peças coringas que atendam a mais de um cômodo, devido a funcionalidade e integração do apartamento, proporciona praticidade, além de trazer sofisticação ao imóvel.


5. Menos móveis



O ideal é que o seu apartamento pequeno tenha uma atmosfera íntima, confortável e acolhedora, por isso, é essencial evitar o acúmulo de móveis e acessórios. Conforme destacamos acerca dos itens de decoração, com os móveis é da mesma maneira: procurar otimizar o espaço. Assim, você não gasta muito dinheiro com mobília, mas em móveis que realmente facilitarão o seu dia a dia. Por exemplo, uma bancada que é utilizada como suporte para o microondas, mas também possui repartições para guardar os eletrodomésticos e ainda serve como divisória de um cômodo para outro. Funcionalidade é tudo quando falamos de estilo de vida em apartamentos menores.


Gostou das dicas? Então confira algumas destas opções em imóveis:



Loft



Os lofts são em sua maioria, antigos galpões, depósitos ou armazéns de bairros industriais que foram convergidos em residências. Geralmente, são apartamentos bem amplos e sem paredes dividindo o empreendimento. Eles são sinônimo de modernidade e praticidade, possuindo o grande diferencial da versatilidade dos espaços. A presença de enormes janelas permitem ventilação adequada e um melhor aproveitamento da luz natural. Os tijolos aparentes também são muito utilizados na decoração deste tipo de propriedade e podem agregar estilo de maneira prática, atendendo aos mais variados tipos de moradores.


É válido destacar que os ambientes compartilham um único espaço, mas o pé-direito alto permite a instalação de mezaninos. Nestes mezaninos, geralmente é instalado o dormitório ou uma suíte.


Studio



Em alguns países o Studio é muito associado ao loft. Mas apesar das semelhanças, o Studio apresenta divisões internas. O quarto, por exemplo, é delimitado por paredes. No entanto, a cozinha é integrada à área social, mas alguns contam também com varandas. Os prédios Studio são muito interessantes, pois além da praticidade interior, ainda costumam disponibilizar uma série de facilidades para os moradores em áreas comuns. Permitindo plantas dinâmicas que incluem serviços como lavanderia, áreas de lazer, cozinha gourmet, bares, mini cinemas e até escritórios de home office.


Kitnet



As Kitnets são um tipo de imóvel bem popular no Brasil, especialmente nas grandes cidades. Com tamanhos que variam entre 20 e 40 metros quadrados, geralmente elas são formadas por 1 quarto, banheiro, sala e área de cozinha, integrada no estilo americano. Em geral, são menos requintadas do que o Loft e Studio, mas esse quadro vem mudando. A partir da modernização e organização adequada das kitnets a procura por esse tipo de imóvel tem aumentado. Além disso, existe um plus: são imóveis de qualidade, com intensa presença nos grandes centros e por um preço bacana.



Flat



Também chamado de apart-hotel, o flat é um tipo de imóvel caracterizado pela disponibilidade de serviços de hotel, como recepção, lanchonete, lavanderia, segurança e limpeza, que são cobrados junto às taxas de condomínio. Além dessas facilidades, eles também contam com divisões específicas de sala, quarto, banheiro e até cozinha. O seu grande diferencial é o sistema de conforto, segurança e comodidade similar a um hotel que os moradores têm à sua disposição.  É a alternativa perfeita para pessoas que não dispõem de tempo para a rotina de uma casa comum ou que gostam da região, mas não pretendem fixar moradia definitiva na cidade.


Qual dessas opções tem mais o seu estilo? Conta pra gente aqui nos comentários da publicação! Se interessou por alguma das possibilidades? Então que tal dar uma olhadinha nas opções que a Rezende Imóveis oferece para você. Confira!