Casa ou apartamento: qual a melhor opção de investimento?

10/02/2017 Mercado Imobiliário/Economia

Capa do artigo: Casa ou apartamento: qual a melhor opção de investimento?

Após juntar o dinheiro necessário e estar pronto para investir em um imóvel, vem a dúvida principal: seria melhor comprar uma casa ou um apartamento? Para essa questão, não existe resposta certa ou errada. Na verdade, a escolha é influenciada por muitos fatores que devem ser levados em consideração, como o perfil de cada comprador, a comodidade e o investimento a ser feito. Mas existem alguns pontos que auxiliam bastante na hora de tomar uma decisão, então resolvemos levantar algumas vantagens e desvantagens que podem ser determinantes para os que estão a procura de um novo lar.


Liberdade e privacidade


Ao investir em uma propriedade, muita gente preza pelo sossego e o espaço que a moradia vai proporcionar. Morar em uma casa permite que você tenha mais privacidade, já que esses imóveis não costumam gerar uma proximidade tão grande dos vizinhos, como acontece em apartamentos, e não há a obrigação de seguir as regras de convivência que são estabelecidas em um condomínio. Sendo assim, fica mais fácil ter liberdade para realizar reuniões com familiares e amigos, sem ficar se preocupando com o controle do som ou o horário de encerramento da festa.

Por serem mais espaçosas, as casas também são mais adequadas para famílias grandes. A maioria desses imóveis, ao contrário dos apartamentos, apresenta como vantagem a possibilidade de ter um quintal, jardim ou número maior de vagas na garagem. Além disso, fica mais fácil criar animais de estimação, que precisam de um espaço que seja adequado às suas necessidades e nem sempre são bem-vindos em prédios. Por fim, há também a autonomia para realizar transformações maiores no local, adaptando os cômodos e a estrutura de acordo com a vontade do morador, algo que é mais complicado de realizar em um apartamento devido às suas limitações.


Imagem



Segurança em primeiro lugar


Quando o assunto é segurança, nem sempre as casas são a primeira opção, já que elas não costumam ter a mesma proteção que os prédios e são mais propensas a invasões. Mesmo que a privacidade e a liberdade não sejam o ponto forte de um apartamento, a segurança é um fator que conta bastante, principalmente para as pessoas que passam muito tempo fora de casa ou viajam constantemente. Além de haver vigilância 24 horas na maioria dos condomínios, também há a vantagem da aproximação com os vizinhos, que podem alertá-lo caso algo aconteça enquanto você estiver fora.

Mas, para quem não abre mão de morar em uma casa e tem a segurança como uma prioridade, a questão pode ser resolvida com a procura de um imóvel em um condomínio horizontal ou por meio do investimento em equipamentos que podem proporcionar uma maior proteção, como cercas elétricas e alarmes.


Praticidade e localização


Morar em um apartamento nem sempre é sinônimo de ter pouco espaço. Pelo contrário, existem apartamentos bem grandes, cheios de cômodos e possibilidades. Mas, em sua maioria, esses imóveis costumam estar associados à praticidade e facilidade de cuidado, características que contam muito para as pessoas que têm uma vida mais agitada ou preferem ambientes menores. Por mais que os serviços prestados e a manutenção do prédio exijam um custo maior de acordo com o que é disponibilizado - como piscinas, playgrounds e elevadores -, não há necessidade de esforço dos moradores para resolver eventuais problemas.


Imagem


Outro fator importante para quem quer investir em um imóvel é a localização, e isso pode influenciar diretamente nas opções. O comprador que deseja morar na área central da cidade, por exemplo, encontra facilmente apartamentos com preços mais acessíveis que casas. Já para os interessados em morar longe da agitação do Centro, há a possibilidade de encontrar casas maiores que podem tranquilamente se adequar a um orçamento mais limitado.

O importante é se sentir em casa


Não existe fórmula exata que determine se uma casa é melhor que um apartamento e vice-versa. O ideal é colocar tudo na ponta do lápis, pesquisar e pesar os benefícios e as desvantagens. Converse com seu corretor, busque opiniões a respeito do local onde você deseja morar e avalie suas prioridades na hora de adquirir seu imóvel. Caso as dúvidas continuem, a equipe da Rezende também está pronta para apresentar as melhores opções. Mas tenha em mente que o importante mesmo é que você consiga se sentir confortável e atender às suas necessidades, independente da decisão final.