6 dicas para comprar um segundo imóvel

20/10/2017 Mercado Imobiliário/Economia

Capa do artigo: 6 dicas para comprar um segundo imóvel

Conquistar um segundo imóvel é um desejo de muitas pessoas, já que se trata de patrimônio e pode ser usado como fonte de renda. Mas isso nem sempre é fácil de conseguir. Além dos riscos desse como em qualquer compra, é necessário planejamento financeiro e muita organização.  No entanto, seguindo algumas dicas úteis, é possível fazer esse tipo de aquisição da melhor maneira.

Com mais conhecimento de causa e muita paciência no processo, dá para fugir das principais armadilhas do setor e contar com os benefícios e a segurança de ter mais um imóvel pra chamar de seu. Confira as 6 dicas que separamos pra você no post a seguir.

Mas antes, confira algumas dicas para começar a investir no mercado imobiliário.  

Envolva a família

Ante de tudo, é preciso conhecer os principais custos para comprar um imóvel. Além disso, evite tomar decisões sérias sozinho. Procure envolver as pessoas mais próximas, como pais, filhos, cônjuges, irmãos e assim por diante. Quando compartilhamos as ideias, fica mais fácil tomar uma decisão mais acertada e não ter prejuízos.

A orientação e sugestões das pessoas a quem amamos são muito importantes para definir um caminho mais equilibrado. Lembre-se de que, a partir do momento em que a decisão de comprar um segundo imóvel fique assentada, é preciso que todos deem sua parcela de contribuição, gastando menos e economizando mais.

Elimine as dívidas

Comprar um imóvel exige muito dinheiro. Por isso, não é aconselhável manter uma porção de dividas, mesmo que sejam menores. Procure sanar suas dívidas antes de contrair o compromisso com a compra do segundo imóvel, seja à vista, seja financiado.

Se você já tem outro financiamento de bem com valor elevado, como um carro, é bom consultar suas reais condições e ver se vale a pena assumir uma nova dívida ou se é melhor esperar um pouco mais.

Lembre-se, enfim, de que toda dívida tem juros e os juros cobrados no Brasil estão entre os mais altos. 

Saiba mais em “Como se organizar financeiramente para comprar um imóvel”. 

Procure ajuda especializada

Outra boa dica é procurar ajuda de quem entende.  Profissionais especializados poderão orientar sobre detalhes importantes e indicar imóveis bem localizados, de acordo com seu perfil. Todo segmento tem suas particularidades e, quando se conversa com profissionais especializados no ramo, fica mais fácil evitar atritos e erros.

Você pode encontrar boas imobiliárias que oferecem consultoria por meio da internet. O importante é que ela esteja inscrita no CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis). Confira ainda os comentários feitos sobre a empresa e seus profissionais — se houver muitas reclamações e poucos elogios, é melhor evitá-los.

Saiba mais em "Como saber se o imóvel que estou comprando é um bom negócio?"

Faça um consórcio

Outra ótima ideia é fazer um consórcio para adquirir o seu segundo imóvel. Consórcios não envolvem juros, mas, dependendo da sua sorte nos sorteios ou da possibilidade de dar lances maiores, você deverá esperar um pouco mais. Nesse momento, é importante saber os fatores que podem influenciar no preço do imóvel

Como se trata de um segundo imóvel, talvez você possa investir em longo prazo sem problemas e com mais cautela. A demanda por consórcios aumenta no país, comprovando que, de qualquer modo, se trata de um bom negócio.

Pesquise sobre o financiamento

As instituições trabalham com taxa de juros diferentes pesquise um várias delas antes de fechar o negócio, evite passar ficha de financiamento em muitas instituições pois elas não veem com bons olhos.

uma alternativa não menos importante é o consórcio de imóvel, com ele você terá muitas vantagens para a compra do segundo imóvel.

Saiba mais em "Guia rápido para entender o financiamento de imóveis". 

Economize dinheiro

Uma boa forma de encurtar este processo é economizando dinheiro, uma boa forma de você economizar o seu dinheiro é fazendo aplicações financeiras, as aplicações variam conforme instituição bancária. Além de você ter rendimentos poderá economizar já que o seu dinheiro ficará investido.

As aplicações podem ocorrer com prazos maiores e prazos mais curtos, há também aplicações risco e de alto risco que tem rendimentos maiores. 

Tirou todas as suas dúvidas e se inspirou com nosso post?


Encontre o imóvel ideal para você e simule seu financiamento em nosso site!