6 sinais de que você precisa se mudar

20/08/2018 Compra de Imóveis

Capa do artigo: 6 sinais de que você precisa se mudar

A compra de um imóvel é talvez uma das maiores aquisições que uma pessoa faz durante toda a sua vida, e, muitas vezes ela vive no mesmo lugar por décadas. Porém, com o passar do tempo muitos fatos acontecem, surgem certos problemas que se tornam mais incômodos no dia a dia e você começa a percebê-los como sinais de que talvez esteja na hora de ir para uma nova casa.


Principais sinais de que está na hora de mudar


1) Quando a família começa a cresce


A chegada de um primeiro ou segundo filho na família muda toda a estrutura domiciliar. No início você pode até insistir em manter-se no atual imóvel, mas vai ter uma hora que você vai precisar buscar mais espaço e privacidade para conforto e o bem-estar de todos .


Considere um local em que a criança possa estudar, brincar, se desenvolver com segurança. Condomínios com área de lazer ou apartamentos com quintal podem ser boas opções. Saiba Por que 2018 é o ano certo para você investir em imóveis.






2) Problemas no imóvel


Para muitos problemas estruturais de uma casa ou apartamento é possível buscar uma solução. Mas quando esses problemas são recorrentes e nunca “dão jeito” (mofo, infiltração, entupimento) pode ser um sinal para se pensar em uma mudança logo.


É comum que as instalações elétricas de imóveis mais antigos não suportem a quantidade de equipamentos eletrônicos que as famílias têm hoje em dia ou não sejam compatíveis para a instalação de uma internet ou de uma televisão a cabo.


Além disso, incômodos e aborrecimentos cotidianos na vizinhança podem reforçar esse argumento de mudar para um outro lugar.


3) Insegurança / Pertubação


Esses são dois fatores bem convincentes quando se trata do local onde moramos. Como as coisas mudam com o passar do tempo, o bairro em si também muda, cresce, se desenvolve, o trânsito se torna mais intenso, o comércio cresce. Aquele bairro que há 10 anos era seguro, talvez hoje não seja mais, principalmente para crianças e idosos.


Cabe a você avaliar a sua necessidade atual: é morar próximo ao centro, perto do trabalho, da universidade ou da escola dos filhos? Ou hoje você busca mais sossego e tranquilidade mais próximo da natureza? Pense nisso!


Leia também:

Os riscos de se comprar um imóvel direto com o proprietário

Como é calculada a taxa de condomínio?

Por que investir em imóveis pequenos hoje é vantajoso?



4) Dificuldade quanto à mobilidade e acessibilidade


Quando chegamos a sua certa idade, subir e descer quatro andares a pé várias vezes ao dia pode ser bem exaustivo. E se esse prédio ainda estiver localizado em uma rua íngreme, longe de um ponto de ônibus? Ou ainda, uma casa em que durante anos morou uma família inteira e hoje só vive um casal de idosos.


O mercado imobiliário está cheio de opções mais práticas e seguras podem garantir uma qualidade de vida melhor às pessoas além de reduzir custos e o tempo gasto com tarefas domésticas.


5) Falta de espaço físico


As pessoas sempre adquirem novos objetos ou móveis quando têm uma oportunidade. Mas já chegou a um ponto que as suas coisas não cabem mais dentro de casa? Não tem espaço para a cama de casal, para o armário maior, ou na cozinha não cabe a geladeira nova, a televisão maior na sala. Você precisa de um escritório, uma sala de estudos, mais um banheiro, e por aí vai.


6) Saia do aluguel


Quando você atinge uma certa estabilidade financeira e após anos pagando aluguel sonhando com a casa própria, nada melhor do que se planejar para finalmente mudar para o seu imóvel. Procure uma imobiliária para te ajudar a fechar o negócio certo que você precisa.


Na hora da mudança


Organizar mudança é cansativo e dá trabalho. Por isso, saber algumas dicas podem tornar esse processo mais prático. Confira as informações que separamos abaixo:


- Reúna os objetos de cada cômodo nas mesmas caixas;


- Não utilize caixas muito grandes. Elas ocupam espaços e podem ficar muito pesadas dificultando assim o seu transporte;


- Identique as caixas de acordo com os objetos contidos ali dentro;


- Separe os objetos frágeis em uma caixa a parte;


- Mantenha com você os objetos de valor e documentos;


- Eletrodomésticos, mesas e cadeiras devem ser embalados em plástico bolha para evitar qualquer dano.



Fique atento aos dias e horários da mudança permitido nos prédios, comunique a sua mudança e evite problemas.



Compre a sua casa com a  Rezende Imóveis!  Nós contamos com uma equipe especializada no mercado imobiliário pronta para te ajudar a fechar o melhor negócio. Consulte um de nossos corretores e tire suas dúvidas.